Conflito entre EUA e Irã é cenário preparatório para a “batalha de Gogue”, diz pastor

Os conflitos que ocorrem no Oriente Médio despertam a atenção de quem enxerga os acontecimentos geopolíticos do mundo à luz da Bíblia Sagrada. Isso porque, para muitos teólogos, Israel é como uma espécie de relógio do mundo, o qual marca o tempo para o momento conhecido como “batalha de Gogue”.



Os recentes conflitos envolvendo os Estados Unidos e o Irã apontam para este cenário, descrito profeticamente no livro de Ezequiel, capítulos 38 e 39, segundo o pastor Eliel Silva. O líder evangélico publicou um texto em sua rede social onde comenta os desdobramentos do conflito.


Eliel explicou que a batalha de Gogue não será entre EUA e Irã, mas que “não podemos deixar de ler a bíblia com o jornal ao lado”, destacando o crescente clima de insatisfação dos países contra Israel como um sinal do que virá pela frente, quando os inimigos dos judeus se unirão contra o país.



“Quem conhece de geopolítica sabe que muitos chefes de Estado culpam Israel pelo clima hostil no médio oriente. Quem acompanhou o discurso dos líderes Iranianos sabe que o Irã chamou o EUA de ‘fantoche do sionismo’, como quem diz: ‘a culpa é dos judeus’.


“O fato é que o Irã não só ameaçou os Estados Unidos como também ameaçou Israel. A Rússia se colocou ao lado do Irã condenando o ataque americano e disse que vê no Irã um aliado importante”, acrescentou o pastor.


Eliel lembrou que o presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, “também se colocou ao lado do Irã. Portanto, eu particularmente vejo um cenário preparatório para o cumprimento da profecia de Ezequiel 38, a saber a batalha de Gogue”, afirmou o pastor.


Gogue é identificada na atualidade com a região da atual Rússia. Nessa batalha, portanto, acredita-se que Israel será atacado por esse país, mas que tal conflito ainda não desencadearia uma guerra de proporções mundiais, considerando que o principal aliado do país judeu são os Estados Unidos.



“Essa batalha não envolve o País norte americano, e ainda não será a terceira guerra mundial que ocorrerá no final da grande tribulação chamada de Batalha do Amargedon, mas ocorrerá no meio da septuagésima semana de Daniel, quando de acordo com o pensamento pré-tribulacionista a igreja já terá sido arrebatada”, explicou o pastor.


FONTE: Gospel Mais

Páginas

Notícias

Quem somos

Comunidade

Anuncie

© 2016 - 2020  Web Rádio Monte Sinai Gospel